Torres Distribuição é agora Watchers
Data de Publicação: 10.06.2020

A Torres Distribuição acaba de fazer um rebranding alterando o seu nome e a sua marca para Watchers, como forma de revitalização e aproximação aos mercados internacionais.

Nascida em Portugal em 1994, a marca foi fundada por Pedro Torres, na altura, um observador da alta relojoaria suíça. Desde então, a Torres Distribuição conquistou um lugar de referência no mercado nacional alcançando a representação exclusiva das melhores casas relojoeiras e joalheiras: Franck Muller, Jaeger-LeCoultre, F. P. Journe, TAG Heuer, Cvstos, Raymond Weil, Oris, Graham, Versace, Junghans, Bell & Ross, Messika e Pasquale Bruni. Atualmente, a marca é liderada por Marta e José Torres, filhos de Pedro Torres.

Ao longo de 26 anos, a Torres Distribuição contribui ativamente para dinamizar o mercado de relojoaria em Portugal levando a cabo iniciativas que se revelam verdadeiras conquistas na promoção, local, de marcas internacionais de renome. Recorde-se que a Torres Distribuição foi responsável, entre muitas outras ações, pelo restauro do icónico relógio do Arco da Rua Augusta, com a Jaeger-LeCoultre, sendo até hoje o único distribuidor da marca a nível mundial, foi percursora de um conjunto de séries limitadas Frank Muller dedicadas ao universo do futebol – Benfica, Futebol Clube do Porto, Centenário Sporting, José Mourinho Special One ou CR7 – e foi responsável pelo lançamento da série limitada Oris Big Crown TAP Heritage que celebra os 73 anos de história da TAP e assinala um momento de mudança na história da companhia.

A nova marca Watchers surge da natural vocação da família Torres em trazer para Portugal o melhor da relojoaria e joalharia a nível mundial, refletindo a aproximação ao mercado internacional e a afirmação enquanto referência nacional incontornável.

Watchers significa precisamente “observadores” e esta mudança é, segundo Marta Torres, “uma homenagem a todos os que sobem à torre, todos os dias, para observar e identificar novas oportunidades e continuar a oferecer um serviço exclusivo e próximo a todos os parceiros, fornecedores e clientes.” Marta Torres acrescenta ainda que este rebranding “é também uma homenagem ao tempo e ao privilégio que ele nos deu para construirmos uma marca sólida, com uma visão global ao longo de décadas”.

O processo de rebranding, criado e desenvolvido pela agência 1+1, pela mão de Jorge Oliveira, será efetivo e imediato, estando a marca Watchers presente em todos os canais de comunicação digitais e offline.

Categoria: Relojoaria

Outro artigos que lhe podem interessar:

Relógios de luxo “brilham” na passadeira vermelha

Relógios de luxo “brilham” na passadeira vermelha

A noite mais ilustre do cinema, a cerimónia dos Óscares, é marcada pelo glamour e elegância e nem os detalhes escapam à escolha meticulosa das personalidades presentes no evento. A acompanhar o guarda-roupa sóbrio e elegante, as estrelas de Hollywood optaram por acessórios de luxo que tiveram lugar de destaque na passadeira vermelha. Aqui fica um apanhado de alguns dos relógios que brilharam na 96.ª edição do maior evento do cinema, que decorreu a 10 de março. 

Lederer: harmonia e precisão 

Lederer: harmonia e precisão 

Depois de vencer o prestigiado Prémio de Inovação no Grand Prix d’Horlogerie de Genève em 2021, o célebre Central Impulse Chronometer de Lederer está de volta aos holofotes. Hoje, o relógio não só continua a impressionar com o seu mecanismo vanguardista – que foi ainda mais refinado – mas também com a sua nova estética, mais sóbria, apresentada numa caixa de 39 mm de diâmetro. 

Vacheron Constantin apresenta o relógio mais complicado do mundo

Vacheron Constantin apresenta o relógio mais complicado do mundo

Com 63 complicações relojoeiras e 2.877 componentes, supera o recorde já alcançado pela Maison com o relógio Referência 57260. Este relógio, uma estreia mundial, distingue-se pela incorporação de um verdadeiro calendário perpétuo chinês.

Share This