Relojoaria suíça: exportações regressam ao nível de referência

Imagem da notícia: Relojoaria suíça: exportações regressam ao nível de referência

As exportações de relógios suíços atingiram um nível elevado em abril de 2021, com 1,8 mil milhões de francos (aproximadamente 1,6 milhões de euros). Estes são os resultados apresentados pela Federação da Indústria Relojoeira Suíça FH (Fédération de l’industrie horlogère suisse FH), que atualiza, todos os meses as estatísticas de exportação de relógios suíços.

Trata-se de um crescimento de 2,0% em comparação com o nível de referência de abril de 2019 e confirma o regresso à normalidade que começou em março. Em comparação com abril de 2020, que registou uma queda de 81,3% devido ao bloqueio quase universal, que já não é relevante.

Para informação, esta variação foi de +446,1%. Em média, o setor regressou assim, e até excedeu ligeiramente, os níveis pré-crise pelo segundo mês consecutivo. Como maio e junho de 2020 foram também muito negativos, os próximos resultados mensais das exportações de relógios serão decisivos para confirmar esta tendência. Até agora, o nível acumulado desde o início do ano é idêntico (-0,4%) ao de há dois anos atrás.

Exportações de relógios em abril de 2021

Os relógios feitos de metais preciosos registam um claro aumento em relação a abril de 2019, enquanto que os de aço permaneceram em equilíbrio. O número total de relógios exportado estava muito abaixo do nível registado há dois anos antes, principalmente devido ao declínio dos produtos siderúrgicos e dos produtos na categoria “outros materiais”.

9 Junho 2021
AtualidadeRelojoaria

Notícias relacionadas

TAG HEUER apresenta “Aquaracer”

A TAG Heuer vai além do limite com o Aquaracer Professional 300, um relógio de ferramentas de luxo que nos liga aos mares e continua um legado que começou há mais de 40 anos.

Ler mais 11 Junho 2021
AtualidadeRelojoaria