Fundação Cartier com exposição de Damian Hirst

Imagem da notícia: Fundação Cartier com exposição de Damian Hirst

O artista londrino Damien Hirst exibe a sua nova série, Cerisiers en fleurs, composta por 30 pinturas escolhidas com Hervé Chandes, diretor da Fundação. A exposição patente até 2 de janeiro de 2022 é uma homenagem à “efémera beleza de uma árvore florida num céu sem nuvens”.

Cerisiers en Fleurs é a primeira exposição institucional de Damien Hirst na França. “Cerisiers en Fleurs são marcantes, confusos e frágeis. Graças a essas pinturas, afastei-me do minimalismo para voltar com entusiasmo à espontaneidade do gesto pictórico”, revela Damien Hirst.

A série Cerisiers en Fleurs é um regresso às “raízes da pintura” para o artista londrino Damien Hirst, e a Fondation Cartier, com a participação de Hervé Chandès, diretor da instituição, com a exposição de 30 das 107 pinturas que compõem a série.

Cobertas inteiramente por cores vivas e saturadas, essas telas imponentes mergulham o observador em uma vasta paisagem vegetal que oscila entre a figuração e a abstração. O artista combina “pinceladas densas e respingos de tinta”, referindo-se tanto ao “impressionismo e pontilhismo quanto à pintura de ação”.

A exposição de Damien Hirst pode ser vista na página da Fondation Cartier.

Fonte: Fondation Cartier/Youtube

30 Julho 2021
AtualidadeEventos

Notícias relacionadas

Jaeger-LeCoultre anuncia workshop de descoberta dedicado ao Reverso

A Jaeger-LeCoultre anunciou um novo Workshop de Descoberta disponibilizado pelo Atelier d’Antoine a partir de novembro deste ano. Como o ano de 2021 marca os 90 anos do nascimento do Reverso, “este programa surge como uma rara oportunidade para descobrir a história de um verdadeiro ícone da relojoaria, desde as suas origens até aos modelos atuais”, refere a marca em comunicado.

Ler mais 23 Setembro 2021
Atualidade