Breitling lança o Top Time Classic Cars Squad

Imagem da notícia: Breitling lança o Top Time Classic Cars Squad

Uma distinta celebração do design e da liberdade: a Top Time Classic Cars Capsule Collection da Breitling presta homenagem aos carros clássicos desportivos da década de 1960.

Este trio não convencional de cronógrafos inspirados nas corridas automóveis tem como base os modelos Chevrolet Corvette, Ford Mustang e Shelby Cobra — três ícones da cultura automobilística americana. Os relógios homenageiam os modelos Top Time originais da Breitling, da década de 1960, concebidos para “profissionais jovens e ativos”. “As atuais interpretações ‘retro modernas’ têm um espírito talvez ainda mais jovem e livre”.

“O que importa é a viagem, não o tempo. E isso é verdade, quer esteja a trabalhar debaixo do capô ou a fazer-se à estrada num passeio de domingo, enquanto desfruta destas fantásticas máquinas”, diz Georges Kern, o CEO da Breitling.

Estes cronógrafos disruptivos, com um toque automobilístico, destacam-se pelas ousadas cores do mostrador, com nuances em laranja e amarelo, ou vermelho e azul, assim como braceletes de relógio em pele bovina, inspiradas no mundo do desporto automóvel. Os fundos de caixa em aço ostentam a gravação do logótipo de cada carro e os botões de cronógrafo realçam o mostrador.

Os três relógios são resistentes à água até 10 bar (100 metros).

A gama inclui o Top Time Chevrolet Corvette em vermelho e preto, inspirado no fascinante design do Corvette C2 de meados da década de 1960 — frequentemente designado por “Sting Ray” pelos aficionados.

Existe ainda a versão em verde e castanho do Top Time Ford Mustang, inspirada num carro desenvolvido em 1964 em tempo recorde, que deu origem a um novo género de carros desportivos compactos e acessíveis.

Por último, a versão em azul e castanho do Top Time Shelby Cobra. “O nosso painel de inspiração para este relógio centrou-se na formidável máquina criada pelo icónico piloto e fabricante de carros de corrida americano Carroll Shelby. Concebido para as competições da década de 1960, combinava o design clássico do chassis britânico com a engenharia e o engenho das corridas americanas. As cores do relógio aludem a um dos seus distintos trabalhos de pintura: azul com riscas brancas, que remetem ao universo do desporto automóvel refere a marca.

No interior das caixas de 42 mm das versões Chevrolet Corvette e Ford Mustang, está o Calibre Breitling 25, um movimento de cronógrafo de 1/8 de segundo de corda automática, certificado pelo COSC, com uma reserva de marcha de aproximadamente 42 horas. Os dois relógios possuem uma escala de taquímetro e três submostradores contrastantes em preto. Nos respetivos mostradores, os logótipos dos carros encontram-se na posição das 12 horas.

No interior do Top Time Shelby Cobra, ligeiramente mais pequeno — de 40 mm — encontra-se o Calibre Breitling 41, um movimento de cronógrafo de 1/4 de segundo de corda automática, certificado pelo COSC, com uma reserva de marcha de aproximadamente 42 horas. O modelo possui uma escala de taquímetro branca, dois submostradores contrastantes em branco e ainda o logótipo Cobra na posição das 6 horas.

Saiba mais aqui.

3 Setembro 2021
AtualidadeRelojoaria

Notícias relacionadas

Jaeger-LeCoultre anuncia workshop de descoberta dedicado ao Reverso

A Jaeger-LeCoultre anunciou um novo Workshop de Descoberta disponibilizado pelo Atelier d’Antoine a partir de novembro deste ano. Como o ano de 2021 marca os 90 anos do nascimento do Reverso, “este programa surge como uma rara oportunidade para descobrir a história de um verdadeiro ícone da relojoaria, desde as suas origens até aos modelos atuais”, refere a marca em comunicado.

Ler mais 23 Setembro 2021
Atualidade