Grand Seiko inspira-se nos leques japoneses
Data de Publicação: 11.08.2023

A boutique David Rosas, em Lisboa, foi palco da apresentação dos relógios japoneses da Grand Seiko. No dia 12 de outubro tivemos oportunidade de conversar com Frédéric Bondoux, CEO da marca para a Europa, e de conhecer em primeira-mão estas “obras de arte” em relojoaria.  

A Grand Seiko nasceu em 1960 como uma ode à escolha da excelência. E, desde então, a resolução que motiva designers, engenheiros e artesãos continua a ser a de que a Maison Grand Seiko deve refletir o relógio “ideal”, com padrões de precisão, durabilidade e beleza que farão dele o melhor do mundo. A excelência técnica e a sensibilidade estética manifestadas pelos relógios Grand Seiko são fruto de uma filosofia que extrai a sua substância profunda do espetáculo da natureza japonesa. Foi precisamente o que nos disse Frédéric Bondoux na boutique David Rosas. “A natureza do tempo é a nossa pretensão. Os nossos relojoeiros prestam homenagem à beleza da natureza moldada pelo tempo que vai passando. Dão o melhor do seu trabalho artesanal para dar origem a relógios intemporais e belos, em que todos os detalhes são feitos propositadamente de acordo com a cultura japonesa”.  

Saiba mais na próxima revista JoiaPro LUXURY WATCHES.

Categoria: Entrevistas

Outro artigos que lhe podem interessar:

“The good guy from Porto” 

“The good guy from Porto” 

Criada há oito anos, a reputação da marca Watch Garage foi construída ao longo de anos de trabalho online. A transição para um espaço físico em parceria com o relojoeiro Pedro Soares (Atelier do Relógio) permitiu ampliar a experiência oferecida aos clientes, com a perspetiva da realização de eventos e workshops, tudo num ambiente acolhedor para os amantes de relógios.

Schaumburg-Lippe conquista Portugal

Schaumburg-Lippe conquista Portugal

Orgulhoso das suas raízes e um fã incondicional de Portugal, York Prince de Schaumburg-Lippe partilhou connosco as origens e os objetivos da sua seletiva marca de joias e relógios.

Share This